Notícias

Eventos mostram performance do algodão TMG em três estados

25/09/2018

               Durante duas semanas com eventos diários, cotonicultores e profissionais que trabalham com a cultura do algodão em três estados conheceram a performance alcançada no campo e os resultados de produtividade do algodão da Tropical Melhoramento & Genética (TMG). O evento + Performance Algodão TMG, de 11 a 21 de setembro, esteve em oito cidades de Mato Grosso, Bahia e Mato Grosso do Sul e informou também sobre a previsão climática para a safra 2018/19, com o agrometeorologista Marco Antônio dos Santos, da Rural Clima, e sobre facilidades para o manejo e proteção para o algodão, com os patrocinadores Corteva Agroscience e Bolgard II RR Flex.

             Protagonizando um momento de crescimento, com 66% de aumento de área plantada em relação à safra 2016/17, o algodão TMG conta com um portfólio de cinco cultivares de alta performance, com tecnologias de tolerância à ramulária e nematoides, alta qualidade de fibra, alto potencial produtivo, estabilidade, entre outras características. Um dos destaques da safra, a TMG 81WS, é líder de plantio em Mato Grosso e Mato Grosso do Sul e, na Bahia, a cultivar apresenta alto desempenho. Obteve, por exemplo, resultado de 510 @/ha, em 200 hectares, em Riachão das Neves (BA).

            As cultivares TMG 44B2RF, TMG 47B2RF, TMG 42WS e o lançamento TMG 62RF também foram destacadas para os convidados. Entre elas, estão duas das quatro cultivares mais plantadas no Brasil nesta safra, a TMG 81WS e a TMG 47B2RF. “A TMG 47B2RF está na terceira safra comercial e a qualidade de fibra é um dos seus pontos fortes”, frisa Renan dos Santos, supervisor de Desenvolvimento de Mercado no cerrado.

Previsão climática

           Marco Antônio dos Santos, meteorologista da Rural Clima, percorreu as oito cidades e informou os participantes sobre como será o clima nas próximas semanas e durante boa parte da safra 2018/19, principalmente no Centro-Oeste. Conforme explicou, não haverá ausência de chuvas nesta região neste início da primavera, no entanto, nas próximas semanas continuam irregulares e com baixo volume, dificultando o pleno andamento do plantio da soja, principalmente em Mato Grosso. Já a presença do El Niño, se ocorrer, será nos primeiros meses de 2019 (verão) e não neste momento de estabelecimento da safra.

Cultivares de soja

         Com a safra de soja sendo estabelecida no final deste mês e início de outubro, a TMG também ressaltou nos eventos as opções de seu portfólio de cultivares de soja para o cerrado brasileiro. São nove variedades, entre elas duas cultivares precoces (95 a 105 dias) que possibilitam a segunda safra de algodão em melhor época, a TMG 7067IPRO e TMG 2173IPRO, ambas com alto teto produtivo. Os lançamentos são três, a TMG 2378IPRO e TMG 2383IPRO (com resistência a nematoide de cisto) e TMG 2381IPRO (com ampla resistência a cisto: raças 1, 3, 4, 5, 6, 9, 10 e 14).