Tecnologia Inox® da TMG, tranquilidade e maior segurança no controle da Ferrugem asiática.

O gene resistente à doença presente nas cultivares Inox® permite à planta maiores condições de conviver com a doença no campo, sendo uma importante ferramenta complementar de manejo. Caso o controle cultural e químico escapem das mãos, a cultivar Inox® estará protegida pelo gene, proporcionando maior tranquilidade e segurança ao produtor.

Quando em contato com o fungo, a folha da planta resistente reage em defesa produzindo uma lesão marrom avermelhada que não causa danos à planta mas impede a esporulação e instalação da doença.

As fotos ao lado ilustram a diferença dos sintomas causados pelo fungo da ferrugem nas plantas com gene de resistência (RB) daquelas sem o gene (TAN).

Lesão (TAN) Suscetível
Lesão (RB) Resistente

Diferencial da Tecnologia Inox®

  • Maior tranquilidade para iniciar as aplicações;
  • Aumento da doença na lavoura em uma velocidade menor;
  • Manutenção do potencial produtivo da cultivar;
  • Colabora na redução do desequilíbrio ambiental.

Conheça as cultivares Inox® da TMG

A Tropical Melhoramento & Genética, TMG, tem em seu portfolio diversas cultivares de soja adaptadas para a região sul e para o cerrado brasileiro.

As cultivares, além da auto proteção genética, apresentam alto potencial produtivo.

Três delas, TMG 7060 IPRO, TMG 7062 IPRO e TMG 7063 IPRO, possuem em sua genética dois grandes diferenciais, a Tecnologia Inox®, com resistência à ferrugem asiática e a tecnologia Intacta RR2 PRO™, resistente às lagartas e ao glifosato.

É nas lavouras, com cultivares de soja Intacta ou RR, que os produtores comprovam os ótimos resultados da tecnologia pioneira desenvolvida pela TMG que confere resistência genética a Ferrugem asiática.

Patente da Tecnologia Inox® é TMG

Os Estados Unidos oficializaram a patente do método de seleção para o gene Rpp5, que confere resistência à Ferrugem asiática da soja. O método facilita o desenvolvimento de variedades do grão resistentes à doença, que atualmente é um dos principais problemas da sojicultura brasileira.

A patente do método de seleção para o gene Rpp5 foi concedida à Tropical Melhoramento & Genética – TMG, empresa de capital nacional dedicada à criação e ao desenvolvimento de novas cultivares de soja e algodão. O método utiliza do mapeamento genético para saber a sequência do DNA da planta associada ao gene de resistência. Conforme Alexandre Garcia, gestor de Pesquisa da TMG, o processo é chamado de seleção assistida por marcadores moleculares. “O trabalho de descoberta é difícil, demorado, exige muito esforço e tecnologia”, explica.

A empresa, que tem produtos lançados com a Tecnologia Inox® para o cerrado brasileiro desde 2008 e para o Sul do País desde 2011, aguarda a concessão de mais patentes em outros países.

É a TMG desenvolvendo soluções

inovadoras para quem quer produzir mais.

Depoimentos